A massagem sueca é um estilo de massagem desenvolvido na Suécia por Pehr Henrik Ling, no século XIX.

Ling era ginasta e esgrimista. Pesquisou estilos de massagens antigas, como a dos romanos e dos chineses e estudou a relação tipo de manobra versus velocidade e intensidade da mesma e qual o efeito no organismo humano. 

A massagem no Ocidente, muito popular na Grécia e na Roma antiga, foi praticamente banida na idade média, devido a dogmas religiosos, que viam toda forma de atividade corporal, como algo pecaminoso. Esse fato não ocorreu no Oriente, por isso na época de Per Henrik Lin, os chineses ainda preservavam suas técnicas avançadas de terapias corporais, como o Anmá e o Tuiná.

O principal benefício fisiológico da massagem sueca é a expulsão do ácido lático das fibras musculares. Muito útil para atletas e pessoas com dores musculares decorrentes de tensão.
Seu estilo ficou conhecido em toda a Europa e estudantes de vários países aprenderam sua técnica e a disseminaram no Ocidente.

No Brasil, a massagem sueca também ficou conhecida como "massagem clássica".




Método

As manobras baseiam-se em movimentos de deslizamento, amassamento, rolamento, tapotamento, fricção e alongamento. Todas as manobras seguem um sentido específico (geralmente em direção ao coração, facilitando o retorno do sistema venoso. E sua pressão pode variar de Leve a moderada, e em alguns casos profunda ou muito profunda, de acordo com o objetivo a ser alcançado.
[editar]Entidades de Classe e Associações
Existem diversas entidades de classe no Brasil em defesa dos profissionais de massoterapia. Algumas locais, outras estaduais e também federais. Uma estimativa não-oficial determina que existem em torno de 90.000 profissionais no Brasil. Em geral ligados a clubes de futebol e times de esportes coletivos.

Do-in é uma técnica de automassagem de origem chinesa que utiliza os pontos dos meridianos energéticos do corpo humano, conhecidos nas práticas da medicina tradicional chinesa, tais como a acupuntura. É uma técnica curativa e preventiva e aplicável em casos de emergência.

O do-in serve-se dos mesmos pontos utilizados na acupuntura para tratar e prevenir distúrbios e enfermidades no corpo, restaurando, segundo os conceitos da medicina chinesa tradicional, o fluxo da energia Ki, onde esta tenha sofrido bloqueios ou desequilíbrios.

É usada também como técnica de primeiros socorros para certos males, na qual o próprio paciente se auto-aplica a massagem.

A massagem consiste, basicamente, no emprego de dois tipos de toque:

Sedação - pressão contínua sobre um ponto;
Estimulação - pressão intermitente sobre um ponto.


Anma (japonês:按摩) é uma forma de massagem de origem indiana assimilada e divulgada por terapeutas do Japão. O nome da técnica deriva do nome de duas das manobras básicas que utiliza, o na (ou an), que significa apertar e o ma, que significa esfregar.

Essa terapia se baseia principalmente em pressionar e massagear pontos do corpo relacionados aos diversos meridianos estudados pela medicina tradicional chinesa, estimulando e promovendo uma cura natural, pois, quando estimulados, esses pontos aliviam a tensão muscular facilitando a circulação do sangue e da energia ("Ki" ou "Chi").

Sendo seu objetivo principal facilitar o fluxo de Chi no corpo, a Amna pode ser feita para a diminuição do estresse cotidiano que afeta a todos das grandes cidades causando então o relaxamento e o combate de diversas doenças como as disfunções de pressão arterial, asma, dores de cabeça, insônia e falta de vitalidade sexual.

Esta técnica também tem sido divulgada atualmente associada aos nomes: "Massagem Energética Japonesa", "Massagem Sentada" e "Quick Massage".


BENEFICIOS:

A prática da massagem remonta há milhares de anos; para sermos mais exatos, desde os promórdios da existência humana.

Os primeiros homens, quando se machucavam, imperceptivelmente se auto-aplicavam massagem através do toque que aliviava, aquecia e curava.

Atualmente, existem várias técnicas de massagem e também outros tipos de terapias que, quando aplicados em conjunto, produzem resultados maravilhosos. Shiatsu, Ayurvédica, Tui-Ná, Aromaterapia, Quiroprática, Reiki, Florais... as técnicas são muitas, mas o objetivo é essencialmente um: promover bem-estar e melhorar a qualidade de vida da outra pessoa.

Na Massagem Terapêutica, o objetivo fundamental é alívio (e podemos até falar na total extinção) de estados desagradáveis. E para um trabalho completo e eficaz, procura-se, com o auxílio dos conhecimentos da medicina chinesa, equilibrar também o lado energético do indivíduo, o que efetivamente promove bem-estar. Durante a massagem são avaliados e equilibrados os meridianos energéticos do corpo, e o trabalho é global, para promover melhorias e equilíbrio em todos os aspectos orgânicos e mentais do indivíduo.


Atualmente, o stress da vida agitada que levamos é responsável por vários estados físicos e mentais muito incômodos: dor de cabeça, enxaqueca, dos nas costas, problemas musculares e circulatórios, fadiga, depressão, insônia. Estes estados, e vários outros, podem ser eficientemente tratados com massagem terapêutica. Após as primeiras sessões já é possível perceber os grandes benefícios dessa prática que cuida de corpo, mente e espírito.